Sereia e Golfinhos.... realidade da alma

Sereia e Golfinhos.... realidade da alma
Nada mais lindo que sonhar com sereias e golfinhos. Ligação com o mar que fortalece meu nome, Iara e me dá identidade

"A única coisa imutável no Universo é que tudo é mutável" Ditado Chines.

"A única coisa imutável no Universo é que tudo é mutável" Ditado Chines.
Mais um presente da Natureza...

domingo, 9 de novembro de 2008

Alhambra...saudades de Andaluzia

Alhambra...saudades de Andaluzia



Um dos lugares mais bonitos que fui em Granada, na Andaluzia. Palácio Alhambra. Aqui o Palácio, com musica celta cantada por Loreena MacKennitt

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Saudades de Portugal...

Saudades infinitas de Portugal... terra do coração e da alma....Eu e a Torre de Belém....


Na Praia do Guincho... Portugal




Alfama...

Alfama,,, Lisboa Terra do Coracao

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Tempos passados




Querid@s amig@s,
Anexo abaixo uma linda canção que um amigo me enviou hoje e me encantou por recordar tempos em que meus filhos eram pequenos. Onde a ingenuidade e a leveza estavam mais presente neste nosso planeta azul....


Envio a tod@s um imenso abraço e o desejo de uma feliz noite.
Que os anjos lhes enviem sonhos lindos.

Com carinho,

Iara


quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Companheiro Robin Hood

Texto e Ilustração de meu irmão, Marcos
Achei muito legal por isto coloco aqui...
Parabéns e beijos

Sempre que chega essa época de eleições políticas me lembro do Robin Hood. Aquele sujeito que roubava dos ricos para dar aos pobres. O personagem lendário avesso à política oficial, até por não ter liberdade para fazer outra coisa que não fosse trabalhar na obscuridade.
Será que se fosse eleito Robin Hood continuaria a ser herói? Provavelmente não!
Mas, caso pudesse eleger-se, por exemplo, xerife de Notingham, como seria sua campanha? Colocaria-se como Salvador da pátria? Defenderia uma mudança imediata e radical em “tudo que está aí” (lá, naquela época)? Beijaria criancinhas? Comeria buchada de bode? Movimentaria as mãos de forma decorada, roboticamente como o ministro Tarso Genro, ou em movimentos amplos como o do senador Pedro Simon? Seria popular como o Lula? Persistente como o Maluf? Empertigado como a Marta?
Será que Robin trocaria a companhia do bom frei Tuck pela dos bispos? Faria um conchavo com o príncipe João? Sim, porque em política o fim justifica os meios. Criaria cargos públicos para seus companheiros de guerrilha?
Acho que eu passaria a ter um pé atrás com Robin Hood, caso ele se candidatasse a um cargo político.
Bem, essa ilustração do Robin Hood eu fiz há alguns anos atrás, para a capa de um livro do Pedro Bandeira, publicado pela Quinteto Editorial. Aproveito para publicá-la aqui e lembrar de um herói que eu sempre gostei, mas que certamente não teria estômago para a política partidária.
Robin Hood

Robin Hood

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Meu amor à África

Senti em meu coração que devia colocar este video aqui.
Que pelo menos em pensamento e de coração possamos enviar muito amor às crianças de todo mundo e em especial a lugares que como este , na África, precisam de amor, alimento, orações e uma mudança na atitude dos dirigentes deste planeta e por parte de cada um de nós. Envio o meu mais sincero e profundo amor do meu coração à todos aqueles que sofrem neste Planeta.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Cérebro Eficiente

Nosso Cérebro

O nosso cérebro é doido!!!

De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser
uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea.
Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.

Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4
M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R
CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O!
NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45
N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O
CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M
PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R
B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3!
P4R4BÉN5!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Música que adoro....


Non Je Ne Regrette Rien (tradução)

Edith Piaf cantada por Marion Coutillard

Composição: Michel Vaucaire/Charles Dumont

Não, De Jeito Nenhum

Não, de jeito nenhum
Não, eu não me arrependo de nada
Nem o bem que me fizeram,
Nem o mal, tudo me parece igual

Não, de jeito nenhum
Não, eu não me arrependo de nada
Está pago, varrido, esquecido
Eu estou farta do passado

Com minhas lembranças,
Eu alimentei o fogo
Minhas aflições, meus prazeres
Eu não preciso mais deles

Varri meus amores
Junto a seus aborrecimentos
Varri por todo dia
Eu volto ao zero

Não, de jeito nenhum
Não, eu não me arrependo de nada
Nem o bem que me fizeram,
Nem o mal, tudo me parece igual

Não, de jeito nenhum
Não, eu não me arrependo de nada
Minha vida, Minhas jóias
Hoje
Começa com você

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Pequeninos....



Que nossas crianças recebam todo o amor possível para que aprendam a amar. Que recebam sorrisos diários para que possam saber o quanto é bom dar e receber sorrisos. Que possam receber o pão da alma, do corpo e do coração. Que sejam amparadas em muitos abraços e que se lhes permitam abraçar muito! Que em cada palavra ouvida, o amor possa tocar suas almas. Que em cada erro cometido recebem uma palavra de compreensão daqueles que as ensinam. Que possam ser reprodutoras de afeto, tolerância, amizade e respeito pelo próximo. Que venham ao mundo para modificá-lo e não para perpetuá-lo.

Que sejam sempre recebidas como uma benção e uma alegria.

Que possam, acima de tudo, ser CRIANÇAS!

Que venham a nós os pequeninos, e a cada um deles possamos receber com os braços e coração abertos e com um sorriso de amor e alegria, porque deles é o Reino dos Céus manifestado na Terra hoje e para sempre.


segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Epitáfio



Epitáfio
Titãs

Composição: Sérgio Britto

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer...

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe alegria
E a dor que traz no coração...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor...

Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...(2x)

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr...




Lisboa...

video

Um gesto de amor

video



Saudade do tempo em que apesar de haver distância, havia palavra...
Saudade do tempo em que às palavras fluíam, independente dos problemas que afligiam nossas almas...
Saudade de um tempo tão recente, mas que parece que séculos se passaram...
Aí esta a relatividade do tempo e de toda percepção...
Saudade maior que o possível, perto do relativo pouco tempo de contato e amizade... Mas amizade não exige tempo... Amizade e carinho nascem de um olhar e compreendem o encontro...
E depois?? Depois vem o sentir, viver, partilhar...
E o sentimento cresce à medida que se rega...
E minha saudade me traz lembrança de memória que pede pra voltar... Mesmo sem nunca se ter ido...
Quisera ter-te, meu amigo, de volta!
Tanto não falamos e ao mesmo tempo, tanto foi dito.
Sinto saudades... Parecem-me tão poucas as vezes que um encontro assim acontece...
Mas você se foi... A vida escolheu assim... E em mim fica uma sensação rara, talvez sentida poucas vezes... Uma sensação de nem sempre entender os caminhos da vida... De talvez ter me expressado pouco... De não estar lá quando você ainda estava nesse mundo...
/>Amigo querido, ainda não consigo acreditar que um dia destes, você esteve aqui e hoje já não está... A tua amizade eu não perdi... Pois sei que em algum lugar você ainda olha para mim e sorri... Seu sorriso aberto, às vezes tímido de menino meio assustado com o mundo... Queria nada além de continuar a ter-te por esse mundo e sentir a imensa paz que invadia meu coração nas nossas risadas e conversas. Amigo, Irmão, companheiro de muitas risadas, que os Anjos iluminem sua caminhada entre as estrelas... E que de lá ainda possa eu perceber o som inconfundível de teu sorriso a iluminar o mundo.



Encosta-te a Mim
Jorge Palma

Composição: Andre Hollanda

Encosta-te a mim,
nós já vivemos cem mil anos.
Encosta-te a mim,
talvez eu esteja a exagerar.
Encosta-te a mim,
dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou,
deixa-me chegar.

Chegada da guerra,
fiz tudo p´ra sobreviver, em nome da terra,
no fundo p´ra te merecer
recebe-me bem,
não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói,
não quero adormecer.

Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo
o que não vivi, hei-de inventar contigo
sei que não sei
às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem,
encosta-te a mim.

Encosta-te a mim,
desatinamos tantas vezes.
Vizinha de mim,
deixa ser meu o teu quintal,
recebe esta pomba que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada, seja como foi.

Eu venho do nada
porque arrasei o que não quis
em nome da estrada, onde só quero ser feliz.
Enrosca-te a mim,
vai desarmar a flor queimada,
vai beijar o homem-bomba, quero adormecer.

Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo, e o que não vivi,
um dia hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar,
mas quero-te bem.

Encosta-te a mim

Encosta-te a mim

Quero-te bem.

Encosta-te a mim.



quarta-feira, 30 de julho de 2008

Espírito jovem...



No mistério da fusão, o espírito não conhece fronteiras.
No contato de coração, o sorriso não marca a idade.
Minha alma é viajante e transcende as barreiras da aparência e do tempo.
Num sentir profundo, mergulhei na alma do mundo, na essência de todas as coisas.
Pude perceber e sentir o saber de uma anciã. Mãos calejadas pelo trabalho duro, mas sorriso puro e quase ingênuo como de uma criança, apesar dos poucos dentes que ainda lhe restavam.
Seu sorriso invadiu-me e mostrou-me a sua história.
O toque de suas mãos fez-me impressão, mas abriu-me o coração.
Sua fala mansa, suave, era de uma meiguice avassaladora.
Corpo cansado, alma serena.
Experiência de vida e alegria de viver.
Senhora, mulher, menina.
Idade avançada, espírito jovem.
Exemplo de vida sofrida, força interior.
Seu nome? Maria das Graças.
Mãe de todas as Graças!

domingo, 27 de julho de 2008

Ilusões...





Como tinha que ser, um dia respiramos o ar da mesma cidade.
Procurei-te pelas ruas onde andei.
Não te encontrei.
O dia, talvez por alegria, talvez por ironia, amanheceu iluminado e, ao mesmo tempo triste.
Senti que te sentia...
Ilusão.
O destino não quis o encontro.
Ou nós não o quisemos?
Tempo perdido... Oportunidade desperdiçada.
Nada a fazer... Somente esquecer e seguir pelos caminhos que a vida traçar.
Escolhas foram feitas e não há nada a mudar...
Portas se abrem e seguimos por elas...
Outras se fecham conforme a distância aumenta.
O coração?
Pede para que o sol brilhe novamente amanhã, para secar as últimas lágrimas que ainda persistem em cair.

sexta-feira, 25 de julho de 2008



Esta música, segundo amigos de Portugal, é a minha cara... pelos olhos d´água, pelo amor por Lisboa e o Rio Tejo. Fico feliz com a imagem que têm de mim e que uma música tão linda faça meus amigos se lembrarem de mim. Bem haja a todos....e um super beijo.
Neste endereço se pode ouvir músicas do poeta e autor Pedro Barroso e ver lindas imagens de Lisboa.
http://marius4.no.sapo.pt/pedrobarroso.html

Menina dos olhos de Água

Menina em teu peito sinto o Tejo
e vontades marinheiras de aproar
menina em teus lábios sinto fontes
de água doce que corre sem parar

menina em teus olhos vejo espelhos
e em teus cabelos nuvens de encantar
e em teu corpo inteiro sinto o feno
rijo e tenro que nem sei explicar

se houver alguém que não goste
não gaste - deixe ficar
que eu só por mim quero-te tanto
que não vai haver menina p'ra sobrar

aprendi nos "Esteiros" com Soeiro
aprendi na "Fanga" com Redol
tenho no rio grande o mundo inteiro
e sinto o mundo inteiro no teu colo

aprendi a amar a madrugada
que desponta em mim quando sorris
és um rio cheio de água levada
e dás rumo à fragata que escolhi

se houver alguém que não goste
não gaste - deixe ficar...
que eu só por mim quero-te tanto
que não vai haver menina p'ra sobrar

(música e letra de Pedro Barroso
in álbum "Cantos da borda d'água" 1985)




Cantarei

Vivi povo e multidão
sofri ventos sofri mares
passei sede e solidão
muitos lugares
sofri países sem jeito
p'r'ó meu jeito de cantar
mordi penas no meu peito
e ouvi braços a gritar

e depois vivi o tempo
em que o tempo não chegava
para se dizer o tanto
que há tanto tempo se calava

vivi explosões de alegria
fiz-me andarilho a cantar
cantei noite cantei dia
canções do meu inventar

cantarei cantarei
à chuva ao sol ao vento ao mar
seara em movimento
ondulante, sem parar

Hoje resta-me este braço
de guitarra portuguesa
que nunca perde o seu espaço
e a sua beleza
hoje restam-me os abraços

nesta pátria viajada
dos que moram mesmo longe
a tantos dias de jornada

dos que fazem Portugal
no trabalho dia a dia
e me dão alma e razão
nesta porfia

por isso invento caminhos
mais cantigas viajantes
e sinto música nos dedos
com a mesma força de antes
cantarei cantarei
à chuva ao sol ao vento ao mar
seara em movimento
ondulante, sem parar

(música e letra de Pedro Barroso
in álbum "Cantos à Terra Madre", 1982)

domingo, 13 de julho de 2008

MAIS LINDA? IMPOSSÍVEL!!!!!!

Bonita

Primeiro foram as mãos que me disseram
que ali havia gente de verdade
depois fugi-te pelo corpo acima
medi-te na boca a intensidade
senti que ali dentro havia um tigre
naquele repouso havia movimento
olhei-te e no sol havia pedras
parámos ambos como se parasse o tempo
parámos ambos como se parasse o tempo

é tão dificil encontrar pessoas assim bonitas
é tão dificil encontrar pessoas assim bonitas

atrevi-me a mergulhar nos teus cabelos
respirando o espanto que me deras
ali havia força havia fogo
havia a memória que aprenderas
senti no corpo todo um arrepio
senti nas veias um fogo esquecido
percebemos num minuto a vida toda
sem nada te dizer ficaste ali comigo
sem nada te dizer ficaste ali comigo

é tão dificil encontrar pessoas assim bonitas
é tão dificil encontrar pessoas assim bonitas

falavas de projectos e futuro
de coisas banais frivolidades
mas quando me sorriste parou tudo
problemas do mundo enormidades
senti que um rio parava e o nevoeiro
vestia nos teus dedos capa e espada
queria tanto que um olhar bastasse
e não fosse no fundo preciso
queria tanto que um olhar bastasse
e não fosse preciso dizer nada

é tão dificil encontrar pessoas assim bonitas
é tão dificil encontrar pessoas assim pessoas

(música e letra de Pedro Barroso
in álbum "Roupas de Pátria, Roupas de Mulher ",1987)


Uma linda música... segundo me informaram, é um fado corrido..rs lindíssimo..endereço para quem quiser ouvir...vale a pena...

http://www.youtube.com/watch?v=xzUjbfQHq9Y

Menina que está dentro de mim, o que buscam os teus olhos?
O que vêm onde ninguém mais nada vê?

Porque o teu sorriso às vezes se esconde e não sei aonde encontrá-lo?

O que anda por teus pensamentos que nem mesmo eu posso entendê-los?

Quando teu sorriso nasce, minha alma canta...

Mas porque ele se escondeu?

Como trazê-lo de volta?

Como fazer com que permaneça assim, iluminado?

Este teu silêncio me assusta...

Não quero perder o dom de ouvir-te, falar contigo...

Faço silêncio de palavras para buscar ouvir o teu cantar...

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Meu lugar... Meus caminhos...

Meu Lugar, Meus caminhos....


Desejei estar em meu lugar no mundo. Um pouco estive.
Queria tudo por completo. Um pouco tive.
Iludi-me um pouco, pois recebi palavras e pensei que nelas incluia coraçao.
Porém, nada pude fazer, tantas vezes nem questionei...
Acreditei.

Em minha fantasia, viajei...
Amei, sonhei, desejei, criei historias, construi castelos.
Areia... Levado pelo vento, tudo perdi.
Escolhas.
As minhas foram sentidas, sinceras, intensas.
As únicas possíveis para um coração que se perdeu com um sorriso.
As mesmas escolhas outra vez faria.

Não há remorsos.
Dei-me em tudo o que podia e outra e outra vez me daria.
Recebi aquilo que a capacidade alheia de doar permitia.
Bebi intensamente tudo aquilo que deram mas muita sede ainda em mim ficou.

A cada dia sonho.
E em meus sonhos imagino caminhos.
Em meu sentir o amor ocupa todos os espaços.

Não há magoa, ressentimento ou necessidade de perdao.
Ainda que muitas vezes desejei mais e quis que as coisas fossem diferentes.
Mesmo amando ate o que nao queria, so desejei mudar duas coisas: silêncios e distâncias...
Foi como pode ser...

Muitos sorrisos, muitas conversas, mu
ito carinho, algumas lagrimas...
Mas magoas, não. Nao sobrou lugar no coraçao pra ela....
Mas há, sim,capacidade de amar, saudades e desejos de encontro.

Os anjos ainda me dizem para acreditar.

Ouço ainda as montanhas falarem que é possível.
Várias vezes o vento sopra fantasias em meu ouvido...

As palavras derramam-se de meus pensamentos mais secretos e escorrem por paginas que não mais terminei.

Minha história?
Não tem ainda um final.....

sábado, 17 de maio de 2008

Nem o silêncio nem a distância afastam do pensamento quem se ama...
O coração sente proximidade...
O pensamento voa e se aconchega em um abraço, que conhece tão bem...
A saudade traz sempre lembranças à superficie...
E música ainda mais saudades dá...
Uma música feita por pessoas que amaram alguém que tinha um coração amoroso e de rara beleza... ainda que fora dos padrões estereotipados... somente quem amou sabe o que é saudade...
Esta homenagem na música é para alguem que foi a alma do Hawai... e uma das canções gravadas por ele que já nao está mais neste mundo...
As músicas recordam-me um tempo.. onde as pessoas tinham tempo para conversar... onde tanto foi dito... tanto ficou por dizer... tanto por contar... quem sabe um dia? O coração sempre tem esperanças... e que ela, mesmo sendo a última, nunca morra!
Canção da saudade:

http://br.youtube.com/watch?v=rPBn4xnYsXs&feature=related

Tributo:

http://br.youtube.com/watch?v=Pe5p1BXNCQM&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=rj1xd87d5qA&feature=relate

O mundo fica mais lindo quando há lindas pessoas nele... e mais triste quando algumas delas o deixam... mas ficam as boas lembranças....

sábado, 10 de maio de 2008

Poema de um amigo querido... gracias...

Menina

Menina, se teus olhos entristecem,

nas ondas que teu mar morre na praia,

espuma da beleza, que não saia,

dos olhos que me olham, e regressem.


Moinhos que nos rodam não fenecem,

são velas do passado que se espraia,

é sonho que na areia lá desmaia,

teares de teias finas que nos tecem.

Menina que em teus olhos vem saudade,

não olhes para os meus em solidão,

não olhes para mim com realidade,

que este mar vai lavar toda a ilusão,

dos meus versos... mentira ou com verdade,

a maré também chega ao coração.

Alcaide .. Apúlia,

Setembro 2007

http://postigo-alcaide.blogspot.com/


Liberdade... Escolhas...Decisões...


Há tempos não escrevia aqui...

Hoje volto... De regresso à terra natal...
Encontros com família, amigos... Gente que trabalha...

Terra da Garoa que hoje faz muito frio...

Penso em um dia de pôr-do-sol...
Meu coração contente e meio saudoso, pensa nos caminhos que já trilhei...

Tantos mundos conheci através de cada alma que encontrei.

Corações amargurados, outros felizes...

Trabalho de cura ou aprendizagem.

Gente sofrida pela violência de um país em guerra, gente bonita que se entrega em causas nobres...

Povo ancestral que tem tanto pra falar...





Povo culto que nos deu muito o que pensar...


Indígenas...

Europeus...

Aprendi, cresci, vivi...

Amei, perdi... Mas sempre ganhei...

Ganhei vida a cada minuto.

Ganhei força interior e mais vontade de viver.

A vida generosa dá-me sempre novos caminhos...


Eu os sigo e descubro aonde vão me levar...

Meus olhos vêm belezas em muitas partes...

Meu coração se alegra pelas novas promessas de vida...

Vivê-las é minha escolha... Ser feliz é meu destino... Amar é minha decisão!

domingo, 20 de janeiro de 2008

Queria ser Sereia....


Quando era pequena queria ser sereia!!!

Minha mãe me contava historias lindas e eu viajava com elas....

As minhas favoritas eram sempre sobre Fadas, Anjos Sereias e Unicórnios....

Iara, Sereia, Mãe das Águas!!! Adorava meu nome!

E o dia em que nasci então?? Seis de janeiro...quer dia melhor??? Festa de Reis... e passava a boa gente, humilde, do bairro onde nasci e passei minha infância, pediam doações para organizar a festa!! Festa pros Reis magos... Mas e eu sabia disto?? Não! Não sabia!

De novo viajava em meus sonhos, imaginava que a festa era pra mim... Havia bolos, doces, musicas, danças e eu me alegrava por ver como as pessoas gostavam tanto de mim pela festa que faziam e agradecia a Deus pela festa..a festa do meus sonhos...

Minha mãe, por crer que não fazia mal sonhar, não dizia que a festa não era minha, pois afinal eu era só uma menininha, ingênua e de coração puro e que feliz, aproveitava a festa e dançava com anjos e fadas que somente eu percebia....

Não éramos católicos, mas éramos cristãos, e minha dizia que o menino Jesus com certeza não se importava em partilhar a festa comigo....

Eu ficava feliz por saber que tinha um menininho que também ficava feliz com a festa...

Hoje sei que ele gostava era da minha alegria... a mesma que levo ainda hoje em meu coração...


Foi ai que começaram os meus sonhos e minha capacidade de agradecer a vida por tudo de bom que ela me dá...e hoje agradeci.. E agradeci muito...vi o arco-íris...sonhei com um futuro lindo..

Nada de novo... Ver o arco-íris sim, pois cada arco-íris e um novo arco-íris..e sempre é lindo vê-lo....

Fiz meu pedido ao arco-íris...

Pedi... Acredito e confio..

Esperarei com o coração aberto e feliz...e com muita, muita, muita,muita esperança de que sonho sonhado é sonho realizado....

sábado, 19 de janeiro de 2008


Músicas lindas levam-me a viajar além de todo e qualquer limite imposto por distâncias...

Da minha janela vejo a Cordilheira dos Andes... Manhã de sol...
A música me transporta... Desejo de escrever...

Ouço um suave ruído do vento...
Decido seguir suas pegadas (a do vento)...
Sinto o alento da vida a envolver-me.
Recordo de caminhos um dia trilhados...
Deixo-me levar nesta viagem, mescla de lembranças, fantasias, sonhos e realidades antigas....sem rumo, sem espaço...viajante do Tempo sem Tempo...

Entro na Alma do Mundo que me diz que não há distância e que qualquer separação é pura ilusão...
Flutuo sobre montanhas amigas/ irmãs, parte de mim...
Permito-me voar sobre rios, e encontro um imenso Mar... Água!

Água querida e linda!...Nesta Água não ha caminho errado...
Ela sabe aonde ir... Deixo-me conduzir pois sou parte do todo...

As Águas Sagradas do Grande Oceano me conduzem a uma cidade situada próxima ao mar... Ali também estou...
Talvez na lembrança ou no carinho de uma alma amiga, de um irmão ou companheiro de caminhada...
Amigos desde sempre... Na Água que amo, e cuja forca me alimenta...

Busco por mim mesma nas Águas da Vida, e em toda vida que ha na água, mesmo que invisível aos olhos menos atentos...

Sigo o cantar do meu coração e percebo onde estou... Estou em tudo o que te rodeia...

Este é meu mundo..água linda,braços de água que cercam e abraçam num carinho sutil e pleno de gratidão por aqueles que trabalham na preservação e recuperação da vida...

Águas que circundam e caminham sem pernas, por lugares fascinantes de pura natureza... Que formam pequenas ilhas, que permitem surgirem verdes de diferentes tonalidades, onde a vida se renova...

Estou em cada pequeno grão de areia... em cada imagem que a cada um fascina e encanta...
Neste mundo meu, mas que também é teu, pois na verdade não ha separação...
Unidade... Todas as coisas são partes da mesma Energia Universal que alimenta o mundo.

Meu Coração e minha Alma se encontram em cada detalhe da natureza... Tanta beleza, tanta vida, tanta abundancia...

Cada pequena gota me fascina nesta minha visão macroscósmica, porém que me permite também ver detalhes, alem das águas aparentes...

Já não é preciso buscar... Basta ouvir o canto do meu coração.
Em cada gota está o TODO pois parte do todo VOCE É, assim como EU SOU!
Somos parte de TUDO O QUE HA!
Pura Continuidade!
MAGICOS MOMENTOS!
Palavras que surgem... Vindas do Coração do Universo... Ou da Alma da Terra e o Coração pode alcançá-las... Coração puro, ingênuo e aberto... De menina/mulher... Criança interna que ama a vida e aceita aquilo que recebe com gratidão...
Meu pensamento segue seu vôo e rápido como é, pode presenciar a manhã deste dia e o quase terminar do dia em outro mundo, que é também meu...
Ainda vejo o mar... Água... Que separa e que une...
Água que alimenta... Água do sentir... Que emociona e acalma... Que limpa e purifica a Alma...
Água que transporta sonhos e permite viagens... De Viajantes sem Barco...
Pelo Universo da E-moção...energia em movimento...
Água das minhas emoções manifestadas na Alquimia das Palavras e no Fogo do meu Coração...

PALAVRAS... Fogo e Água que se encontram, se tocam e se transformam em vapor...mas que não se dissolvem...são levadas pelo Vento que sopra e diz meu nome...IARA...Mãe das Águas....