Sereia e Golfinhos.... realidade da alma

Sereia e Golfinhos.... realidade da alma
Nada mais lindo que sonhar com sereias e golfinhos. Ligação com o mar que fortalece meu nome, Iara e me dá identidade

"A única coisa imutável no Universo é que tudo é mutável" Ditado Chines.

"A única coisa imutável no Universo é que tudo é mutável" Ditado Chines.
Mais um presente da Natureza...

quinta-feira, 25 de outubro de 2007



Escrever é fluir... Sem pensar... É só sentir... E deixar rolar... E as palavras que muitas vezes nem dizem nada ou que dizem tudo, passam aqui o sentir do coração...

Parece exagero falar em coração?

Ou nada será exagero nesta escrita livre, neste sentir...

E só querer... E querer é poder! Penso que sim. E se penso, existo! (ou se existo, penso?) Logo, posso!

Amanheceu... Envio bons dias ao dia...

Não penso... Sonho... Ah! Se sonho!

Mas sou mesmo uma sonhadora... E como disse John Lennon, não sou a única... Imagino!

Dia de primavera com pouca luz e sol por aqui e como gosto de Luz! E também não sou a única...

Outono pro lado de lá, na luz de Lisboa (luz boa/ e linda!), cantada em verso e prosa, em um Jardim a Beira Mar plantado!

Tanta beleza... Estou aqui, mas meu coração está por lá... Terra do coração...

Pego num mapa e busco... Lisboa: Caminhos entre a Serra e o Mar...

Região de Turismo e de muita beleza... E como estará a luz por Lisboa?

Cidade por onde ela encanta... Aqui também ela começa a chegar...

Queria segui-la e quem sabe ela me leva lá?

Pedirei carona (boleia?) ao vento e talvez ele me transporte rapidamente, por entre montes e montanhas, e eu possa sentir e viver a luz de lá...

É o rio? Saudades do Rio daquela terra... O rio Tejo, lindo, com o sol a fazer brilhar suas águas... Saudades...

Mas saudade não estava no mapa...

No mapa nada mostrava sobre a vista de um lugar especial, de onde se vê o Mar, o Rio e, quem sabe a Serra... O mapa é impessoal...

Mas mostrava nomes que o coração conhece: Lisboa, Sintra, Porto, Braga, Aveiro, Santarém... Parece tão perto no papel... Parece bonito... E gosto, mesmo sem agora ver.

Daqui não me parece longe... E numa nova distância... Será mais perto ou mais longe?

Lisboa-Bogotá: Quantos quilômetros terá??..Longe ou perto?

Questão de percepção...

Para mim é perto... Mas, “se calhar” para alguém será longe! Ou talvez não! Não sei...

Para mim é a distância de um sentir do coração...

3 comentários:

Soltando o verbo disse...

Amei o seu blog, tia, em especial a foto quando vc era bebe e da priminha tbm. Bjao!!!!!!!

Maurício disse...

muito bom te conhecer melhor...rs melhor ainda saber que você é do bem... gostei muito do seu blog..todo ele! bjoka!

Joaquim Pereira disse...

O teu coração está em Lisboa, cidade bonita, com muita luz,boas tradições,pessoas acolhedoras, belos monumentos e paisagens, museus e grandes eventos,um rio com uma foz espectacular o Tejo. E sobretudo uma cidade calma e multirracial aonde convivem pessoas de diversas raças em paz e e amizade, coisa rara hoje em dia, comparada com outros locais aonde gera a violencia, o ódio racial e religioso e os grandes interesse económicos. Por isso nós amamos Lisboa por tudo quanto tem de bom. Obrigado pelo teu Poema. Quim